[ editar artigo]

Como fazer a introdução alimentar do bebê?

Como fazer a introdução alimentar do bebê?

 

O período de introdução alimentar do bebê é um período de transição. E a recomendação é de que os alimentos sejam introduzidos a partir dos 6 meses de idade. 

Um novo universo de formas, cores, sabores, texturas e aromas irá se abrir para o seu bebê.

Vamos conhecer um pouco mais sobre cada método de introdução alimentar do bebê.

Assim você poderá fazer uma transição respeitosa independentemente do método escolhido. 

O caminho vocês podem – e devem – construir juntos.

 

Tradicional (Papinhas)

Nesse método de introdução alimentar os alimentos são amassados, separados no prato. Antigamente recomendava-se misturar tudo, mas como o bebê está desenvolvendo o seu paladar é importante oferecer os alimentos separados.

É um processo muito gentil, pois começa com consistências mais suaves no início e com o tempo vai-se deixando pedacinhos que serão progressivamente maiores.

Com 1 ano de idade o objetivo é que o bebê esteja consumindo os alimentos da mesma forma que a família: os grãos inteiros de arroz e feijão, a carne picadinha… 

O método tradicional é muito seguro nutricionalmente, pois permite que saibamos quanto o bebê comeu ou não. Além disso, ao começarmos com consistências mais suaves, damos tempo para o bebê se adaptar e aprender a gerenciar os alimentos dentro da boca por eles mesmos.

 

BLW

A maior novidade da última década em termos de introdução alimentar foi o “Baby-Led Weaning” (BLW), que significa literalmente “Desmame conduzido pelo bebê”.

O BLW consiste em oferecer os alimentos sem serem amassados e sim cortados em tamanho de finger food, ou seja, mais ou menos do tamanho do dedo médio de um adulto.

Os pedaços devem ser macios o suficiente para que o bebê possa esmagar entre a língua e o céu da boca. Isso garante que o bebê irá conseguir triturar os pedaços, mesmo que os dentinhos ainda não tenham surgido.

O método de introdução alimentar BLW apresenta algumas vantagens, tais como encorajar a interação entre os membros da família e ajudar o bebê a controlar seu próprio apetite, pois alimentar-se sozinho faz com que o bebê pare quando se sentir satisfeito.

Além disso, oferece ao bebê a oportunidade de explorar diferentes texturas desde o início, o que geralmente promove uma aceitação maior de diversos alimentos e ajuda no desenvolvimento motor do bebê.

 

BLISS

Dentro do BLW, há a variante BLISS – “Baby-Led Introduction to SolidS” ou Introdução aos sólidos conduzida pelo bebê.

Essa variante propõe sistematizar o BLW, para evitar que o bebê tenha desequilíbrios nutricionais (como deficiência energética e em relação ao ferro, por exemplo) e engasgos.

A introdução alimentar por esse método consiste em oferecer os alimentos da mesma forma que no BLW (finger food), mas com maior atenção em relação à composição do pratinho.

No prato deve conter pelo menos um alimento rico em ferro (carnes, aves, peixes, gema de ovo, feijões) e um alimento de alta densidade energética (cereais, tubérculos e raízes) em cada refeição.

Os alimentos devem ser preparados de acordo com o estágio de desenvolvimento do bebê, de forma a reduzir o risco de engasgo.

 

participAtiva

Nessa abordagem de introdução alimentar a ideia é oferecer ao bebê os alimentos na forma do BLW mas também ajudá-lo a se alimentar, oferecendo os alimentos amassados.

No fundo, acaba por ser um pouco de cada método (tradicional e BLW).

 

A escolha do método de introdução alimentar do bebê depende do contexto de cada família.

Mas você não precisa exatamente escolher entre um e outro. Não há problema algum seguir um pouco de cada.

Por último, gostaria de registrar que muitas vezes acontece de a família escolher um método de introdução alimentar e o bebê não se adaptar…

E não há problema!

Basta compreender o seu bebê, reconhecer suas preferências e redesenhar a rota da introdução alimentar.

As refeições familiares são momentos de partilhas e aprendizados, então é importante que sejam leves e divertidos para toda a família.

Gostaria de conhecer cada um dos métodos de introdução alimentar do bebê de forma mais detalhada? Confira esse artigo.

Beijinhos,

Daniela Pane

Mães & Filhos

Nutri & Você
Daniela Pane
Daniela Pane Seguir

Mãe de dois pequeninos, meus grandes companheiros de aventuras na cozinha. Nutricionista pela USP, acredito que cuidar da alimentação dos nossos pequenos é dar um presente que vai durar a vida toda. Introdução Alimentar, BLW, Alimentação Infantil

Ler conteúdo completo
Indicados para você