[ editar artigo]

Como é a alimentação para engravidar?

Como é a alimentação para engravidar?

É possível ter uma  alimentação para engravidar? O que você inclui no seu prato diariamente pode ajudar no dilema da fertilidade?

Se engravidar é uma questão para você, veja como a nutrição pode contribuir.

Dificuldade para engravidar: um dilema de muitos casais.

“Parece que só porque eu quero engravidar só encontro mulheres grávidas? E só vejo famílias com bebê pequeno? E aí a sensação: só eu não consigo! Por que isso está acontecendo comigo?” 

Você não está sozinha!

Esse é um pensamento comum de quem está com dificuldade para engravidar. Saiba que cerca de 1 em cada 6 casais sofrem com a infertilidade

De acordo com a OMS  (Organização Mundial de Saúde), 50 a 80 milhões de pessoas em todo o mundo, e cerca de 8 milhões de pessoas no Brasil, podem ser inférteis.

Quando se dá a infertilidade?

Quando um casal tenta engravidar por um ano sem sucesso (com relações sexuais frequentes e sem proteção), recomenda-se que procurem ajuda especializada para fazer uma investigação.

 Já em mulheres com mais de 35 anos a recomendação é que esse prazo seja de 6 meses, uma vez que a idade é um fator que pode prejudicar a taxa de fertilidade.

Alguns casais demoram mais para engravidar, mas a angústia da espera também deve ser considerada. E caso tenha alguma questão relacionada à fertilidade, medidas já podem ser tomadas.

Quais as causas da dificuldade para engravidar?

Cerca de 35% das causas de infertilidade podem ser por fatores femininos: síndrome dos ovários policísticos, ausência de ovulação ou irregularidade menstrual, menopausa precoce, alterações na tuba uterina, endometriose, falhas na implantação do embrião, etc.

Entretanto, outros 35% podem estar relacionados a fatores masculinos: alteração na quantidade, qualidade, morfologia ou fluidez dos espermatozoides por fatores genéticos, hormonais, por infecções, por varicocele, etc.

Outros 20% podem ser por fator feminino e masculino. E ainda, 10% dos casais têm dificuldade para engravidar sem apresentar causa aparente.

A mulher já nasce com todo o estoque de folículos, e ao longo da vida só vai perdendo. Por isso a idade é um fator tão importante quando pensamos em reprodução. Durante todo o ciclo reprodutivo vários folículos são recrutados e apenas um óvulo é liberado a cada ovulação.

Mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP) ou obesas podem ter ciclos anovulatórios (sem liberação de óvulos) ou podem apresentar ciclos irregulares (algumas mulheres menstruam a cada 45, 60 dias, por exemplo), e isso também pode prejudicar a fertilidade. 

Como a alimentação me ajuda a engravidar?

Se você está pensando em engravidar, sendo fértil ou tendo algum dos fatores da infertilidade, é fundamental cuidar da alimentação e do estilo de vida.

Dependendo da pressa, minha sugestão é que você se prepare com antecedência para este momento tão mágico que é a gestação. E o ideal é que este preparo comece 3 meses antes do início das tentativas, justamente para aumentar as chances de sucesso.

Em casos de endometriose, SOP, obesidade, alterações na qualidade seminal, a alimentação exerce um impacto positivo:

  • Melhora o processo inflamatório;
  • Reduz a dor;
  • Reequilibra o ciclo menstrual;
  • Melhora a qualidade de vida.

Então, por que vale pensar na alimentação para engravidar?

  • Melhora a qualidade do óvulo, do espermatozoide e do embrião (eu sempre gosto de reforçar que o embrião é metade de cada um: metade do material genético do pai e metade da mãe - então os dois são corresponsáveis pelos bons hábitos na alimentação).
  • E também permite que o corpo receba este embrião.

 

Esse é o primeiro passo para uma gestação saudável.

 

E o que incluir na alimentação para quem quer engravidar?

  • Investir no consumo de frutas, verduras e legumes, cereais integrais, grãos, carnes (vermelha, peixes, frango), ovos, castanhas e sementes é importante nesta fase, e as refeições devem ser bem pensadas e planejadas.
  • As folhas verde escuras, ricas em ácido fólico, ajudam a prevenir defeitos do tubo neural do bebê (para citar um dos papéis importantíssimos dos alimentos).

 

No entanto, é a partir de uma avaliação profissional que você saberá se algum hábito deve ser revisto ou se você está no caminho certo.

E se você quer obter ajuda da alimentação para engravidar, busque um acompanhamento adequado com um nutricionista.

Mães & Filhos

Nutri & Você
Gabriela Halpern
Gabriela Halpern Seguir

Nutricionista encantada e especializada em acompanhar mulheres em suas diferentes fases da vida: preparo para a gravidez, gestantes e lactantes, mulheres com endometriose, síndrome do ovário policístico, infertilidade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você